quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

7 Cafajestagens Que Toda Mulher Odeia


Inspirado pelo texto 7 Coisas que a Mulher Gosta no Cafajeste do Casal Sem Vergonha, resolvi escrever uma leve crítica/sátira ao textinho politicamente correto deles.
Não que eu não goste ou esteja diminuindo o blog do Casal (longe disso...eles fazem um ótimo trabalho e até geram ideias pra mim), mas às vezes eles são meio melacueca mesmo.

Sabendo disto...

Você, mulher moderna, tem 2 caminhos a seguir:

1 - Leia o texto do Casal Sem Vergonha e continue fantasiando sobre como transformar um Cafajeste num Príncipe Encantado.
2 - Leia o texto do Sem Vergonha aqui e caia na real.

Se optou pela 2a opção, tome essa dose de realidade. Sem careta.

7 Cafajestagens Que Toda Mulher Odeia

É comprovado cientificamente que a mulherada gosta de cafajestagem.
Cafajeste daqueles que não liga no dia seguinte, que não dá notícias, que fala que está trabalhando e sai pra gandaia. 
Tem a ver com sua impetuosidade, com a pegada, com a leveza, com o direcionamento, com a imprevisibilidade, com a intensidade, com o poder pessoal...

...tem a ver com segurança...

...mas também tem muita filhadaputice no meio.

1 - Pegar sua melhor amiga
Tenha certeza que suas amigas são confiáveis. O cara pode passar anos como um urso hibernando no canto dele, mas se sua amiga gosta de andar pelada na frente dele...
DON'T BLAME THE BEAR.

2 - "Ficar até mais tarde no trabalho"
Fique alerta. Desde que a transferência de ramal existe, esta é a melhor desculpa que um homem pode usar para dar seus pulos.

3 - Bigamia
Alguns cafajestes são tão dedicados à arte que possuem a incapacidade genética de serem monogâmicos. Já diria o grande Oscar...



4 - O romantismo falso
Para um Cafajeste vale tudo. Até um "Eu te amo" estratégico em prol de antecipar um Jeb*.

5 - The Facebook Act
A famosa estratégia de trocar o status do Facebook para "Em um relacionamento sério com Fulana", comê-la e voltar para "Solteiro" no dia seguinte. Baseado em fatos reais.

6 - Não ligar no dia seguinte
Desde que Graham Bell inventou o telefone, na cabeça dos homens, a ordem da frase a seguir é "Ligue e Coma" e não o contrário.


7 - O dilema do jantar
Quando a mulher percebe que no primeiro encontro o jantar estava perfeito e que, a partir do segundo, o jantar é ela. E sem lubrificante.



Gostou?
O que mais você acrescentaria à lista?
Que outras Cafajestagens você odeia? 


segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

O Tambler Hetero

Você que curte Redes Sociais (#quelocurameô) já deve ter aproveitado uma Dica do Jebeando para seguir alguns perfis interessantes no #Instagram (veja aqui!).

Sentiu falta das dicas? Não fique assim! Se você tem alguma sugestão, mande para jebeando@gmail.com

Agora voltado pros fãs de Tumblr, o Jebeando tem uma nova indicação: 

O TAMBLER HETERO

É bem simples. É direto. É macho.

Veja alguns posts deles:




Não gostou?

VAI SE FODE.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

O que falar durante o sexo?

Tem gente que gosta de histérico!!!
Tem gente que gosta de canta-rola-do.
Tem gente que gosta quietinho

Já falei aqui sobre as Posturas Sexuais que as Mulheres Nunca Deveriam Adotar e recentemente fui questionado sobre o que se deve falar durante o Jeb*.
Não que minha experiência me permita dar qualquer aula de "fonética sexual", mas pelo menos meus pitacos podem ser úteis pra alguns leitores mais tradicionais tipo umas V.Ó.s.

Pra começo de conversa, moderação é tudo.
Principalmente quando ainda não se há muita intimidade na relação, um pouco de bom senso ajuda. Ajuda até - quem sabe - a garantir uma segunda vez.
Por isso, sempre evite excessos. Pelo menos até pegar o jeito da coisa.

Pensando em algumas situações, elaborei a lista abaixo para ajudá-los a entender.

O que não falar durante o sexo?

Tem coisa que foi feita pra gritar. Mas tem coisa que foi feita pra colocar na boca mesmo.

1 - Se você se acha uma boa cantora, cante muito no chuveiro. Agora, se seu lado Whitney Houston do Jeb aparecer na hora do jeb*....#fodeu

2 - Gemidos estranhos podem soar como "está-doendo-minha-xoxota" e fazer o meninão parar. Se está bom, evite isso.

3 - Sussurros são legais. Mas use-os para falar palavras sujas com maciez. Se for só pra parecer que tem uns fantasmas no meu quarto, fique quieta.

4 - Deixa que eu deixo sua boca suja. Não precisa caprichar tanto no palavrão, curíntia.

5 - Se você não entendeu o tópico acima, segue um exemplo:
- Troque a frase "Mete essa caralha bem fundo" por "Coloca esse pauzão lá dentro".

6 - Se o cara tá meio broxado, use 2 frases mágicas: "Deixa eu te chupar gostoso" ou "Me come de 4"

7 - Se seu nome é Aurélia, nem pense em citá-lo durante o jeb*.

Última e mais importante dica: Na dúvida, cale a boca e dê logo.


E você? O que gosta de escutar na hora do Jeb?
Comente!



segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Minha Namorada.com

Caros Leitores,

O Jebeando iniciou uma parceria com o blog Minha Namorada.com e aproveito para convidá-los a acessarem LÁ clicando AQUI: Minha Namorada.com

Qualquer crítica, ideia ou sugestão é bem-vinda!
Portanto, comentem lá para o camarada poder melhorar sempre.

E fica um recado pro mulheril...
Se você acha que o Jebeando é machista, você não viu nada.




Bjs a todos!

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Regra de Três

Você já leu a "Insustentável Leveza do Ser?"

Eu não. Mas me indicaram um trecho bastante interessante:

"Pode-se ver a mesma pessoa num curto intervalo de tempo, nunca mais que três vezes. Ou anos e anos deixando passar um período de três semanas a cada encontro."

Essa é a REGRA DE TRÊS que o personagem Tomas do livro citado acima utiliza para não se apaixonar.



Você queridinha-do-papai-que-acredita-em-príncipe-encantado deve estar pensando...Mas por que raios alguém quer não se apaixonar, que é a coisa mais fofa do mundo?

A resposta para sua pergunta é: Foda-se. 
Não é disso que eu quero falar aqui. O que eu quero é discutir se funciona mesmo...

1a parte da regra: 
"Pode-se ver a mesma pessoa num curto intervalo de tempo, nunca mais que três vezes."

Hummm....Não sei não.
Dependendo do que você quer com a pessoa, 3 vezes pode não ser suficiente. Será que esse Tomas sempre mata aquela vontade febril de consumir alguém até a última gota de secreção até o 3o encontro. Duvido. 
Tem mina que amarra mais que cadarço. Infelizmente. (E mulher, saiba você que essa estrategiazinha colegial de roçar, roçar e "não dar no 1o encontro", não faz nenhum homem se apaixonar por você. Só faz ele voltar pra casa e pensar em outra, se é que você me entende).
Portanto, em prol do Jeb*, você deve ignorar essa parte da regra porque ninguém se apaixona SÓ por "ver" a pessoa 3 vezes num curto espaço de tempo.
A não ser que você tenha mamilos sabor-cerveja. Aí a história muda. Mas isso é papo para outra hora.

2a parte da regra:
"...Ou anos e anos deixando passar um período de três semanas a cada encontro."

Tá aí uma coisa que pode funcionar. Eu sempre preferi chamar esse tipo de relacionamento de JEB FIXO. Mas cada um dá um nome, né? 
Fuckbuddy, 3-week-jeb-partner, booty-call it however you want....
E pensando bem, se você encontra com uma pessoa por anos a fio e sempre espaçadamente...pode ser que você não se apaixone nunca mesmo.
3 semanas me parece um tempo razoável...tipo, dá tempo suficiente de você tentar comer conhecer outras pessoas, mas não tempo suficiente pra você virar um maníaco sexual por falta de Jeb.

Boa Tomas. Volátil, mas boa.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Música para transar #15

Essa música é um Viagra natural. Imagine a Beyoncé falando isso ao pé do seu ouvido.
#quermaisoque?

"It's too big, it's too wide,
It's too strong, it won't fit,
It's too much, it's too tough,
He talk like this 'cause he can back it up,
He got a big ego, such a huge ego,
I love his big ego, it's too much,
He walk like this 'cause he can back it up."


Beyoncé - Ego ft. gênio Kanye West

Adicione já à sua Jeb List!

domingo, 6 de janeiro de 2013

Sinais de que a mulher está bêbada

Texto extraído do blog "Machos de Respeito" do @RenattoNeves

Você vai pra balada. Por algum motivo você está determinado a pegar todas. Mas a melhor hora, sem dúvidas, é quando a mulherada está bêbada, quebrando tudo. Tem mulher que quando fica um pouco “alta”, já vai embora e você não tem a oportunidade nem de chegar nela. Sobram as que beberam e as que não beberam. Porém, tem mulher que bebe mais que um “Mavecão V8″. Enxuga mesmo e parece estar impecável. Por mais que ela esteja bem aparentemente, ela sempre da uns sinais de que ela está pronta pro abate. É o que eu costumo chamar de Teoria do Sinal Verde. Se ela se encaixar na descrição, sinal verde pra você chegar.

É o conjunto de fatores e situações agregados à mulher que dá todas as condições do homem se aproximar, mesmo que de forma ridícula, para conseguir o que almeja.



Os Sinais

Os sinais são identificados como sendo de teor alcoólico ou não. Não pode confundir em hipótese alguma a diferença entre eles.

- Mas qual a diferença se ela está fazendo a mesma coisa, independente se está bêbada ou não?

Bom, há mulheres que saem pra dançar, apenas dançar. Se ela está dançando na dela, sem beber, o risco de levar um toco é muito grande. Outro fator que deve ser levado em conta é a forma como ela está interagindo com as amigas. Quando ela está se divertindo de forma ponderada, bom sinal. Quando ela está quebrando tudo, quando ela está sendo o centro das atenções da roda, cuidado. Geralmente as amigas que estão ao redor estão em uma missão de salvamento, tirando a amiga da fossa e reinserindo-a socialmente.

Abandono da Bolsa

A bolsa da mulher é de suma importância. É onde contem todo o kit de sobrevivência dela. Se por um acaso ocorrer um apocalipse zumbi, ou uma era do gelo repentina, se ela estiver com a bolsa dela, ela irá sobreviver tranquilamente pelas próximas semanas. Mulher não desgruda da sua bolsa, é a garantia de que ela estará sempre maquiada, bonita e cheirosa. Mas chega uma hora que a bolsa que não saía da mão vai ficando de lado. Ela deixa numa cadeira junto com outras bolsas, deixando seu kit meio de lado. Sinal de que ela está perdendo o foco em manter a pose. A bolsa da mulher é como se fosse um filho pra ela, principalmente se for uma bolsa cara. Fique atento!


Piranha no Cabelo

Ela chegou toda linda, maquiadinha, cabelo impecável. Com o passar o tempo, o calor começa a subir, o cabelo começa a incomodar a performance “like a Valeska Popozuda” e não tem jeito. Eis que ela localiza com bastante dificuldade sua bolsa, mente a mão dentro, e retira um item importantíssimo do seu kit de sobrevivência: uma piranha! O cabelo que passou o dia na sua hidratação, na sua chapinha, virou uma bola de pelo presa por um plástico rígido. Outro sinal importante.

Celular na mão

Mais um item em mãos: o celular! Não tem jeito, hoje ninguém consegue se desvencilhar totalmente deste aparelhinho do demônio. Celular feminino geralmente se resume a um smartphone com uma capa toda enfeitadinha. Isso mostra zelo e simpatia pelo aparelho, denotando importância. Eis que ele não sai mais da mão dela e, para deixar as mãos livres na intenção de melhorar sua performance dançante, ela enfia seu estimado aparelhinho no bolso da calça de qualquer jeito. Bolso da frente, bolso de trás. Não importa. Se está de vestido, ela soca o aparelho no decote e pronto. Raramente ela coloca novamente na bolsa jogada num canto, dando preferência ainda em dar o celular para qualquer pessoa segurar. Cara, o celular dela é mais importante do que você, com toda a certeza do mundo. Se ela está despreocupado com o aparelhinho dela, é hora de você atacar.

Salto Alto

Esse é meu sinal preferido. Não existe nada mais “Sinal Verde” do que scarpin nas mãos e pés no chão. O povo dançou, cuspiu, derramou bebida, toco de cigarro, e ela só quer se livrar daquele que, apesar de lindo, está esmagando seus dedos e deixando seu calcanhar na carne viva. Dali pra frente ela não está se importando com mais nada.

Mulheres, nós homens reparamos tudo isso. Bom, pelo menos eu reparo. Quando estes sinais estão ativos, o sistema de defesa de vocês ou estão desligados ou bastante comprometidos.