segunda-feira, 27 de junho de 2011

Como NÃO perder um homem em 1 noite

Homens não reparam na cor das suas unhas, no comprimento de suas madeixas ou na roupa nova que está usando. Mas experimente errar feio na escolha de um modelito para sair conosco, exagerar na maquiagem ou mesmo esquecer de se depilar. Não é nos acertos que nós reparamos. Some-se a isso deslizes comportamentais como apelidos indesejados, risada estridente e qualquer tipo de grito fora de hora, que você terá a combinação para ser *limada.
Por tudo isso e sempre tentando ajudar leitoras sedentas em conhecer melhor o cérebro masculino, o Jebeando preparou uma lista de coisas a serem evitadas para que você não perca um potencial jebete bom partido logo nos primeiros encontros. São pequenas dicas e detalhes que podem evitar que um homem broxe de sair com você mais de uma vez:

  1. BARBA POR FAZER: Se por um lado as mulheres gostam de homens com barba por fazer, A RECÍPROCA NÃO É VERDADEIRA. Tire o seu buço sempre que ele ficar minimamente aparente, depile sempre debaixo dos braços e minimize o matagal entre suas pernas para nos sentirmos à vontade para cair de boca.
  2. ROUPA DE ONCINHA: Este tipo de vestuário indesejado também inclui "zebrinhas" e qualquer outro animal malhado. Toleramos este tipo de roupa quando o detalhe é bem sutil, mas evite libertar seu lado felino por completo, da cabeça aos pés.
  3. CALCINHA BEGE: É óbvio que se você estiver só de calcinha, a cor não importará tanto...já nos sentiremos vitoriosos. Mas não custa nada se preparar um pouco para causar uma boa impressão e usar uma lingerie mais sensual que aquela porra de carçola bege.
  4. BOJO: O tal do bojo tem que ser usado com moderação. Não adianta achar que vai deixar todos os homens loucos por sua comissão de frente se, na hora do "vamovê", nós encontraremos dois míseros "ovos fritos". Assuma que não tem muito o que mostrar, mas jogue limpo. Nada que uns 500 mls não resolvam, né?
  5. MAU HÁLITO: Vulgo bafo. A higiene bucal não deve ser subestimada. Já vi grupos de amigos comentarem: "Ow, tá vendo a fulana ali? Gostosinha até, né? Mas ninguém encarou ainda...Tem um puta bafo!". Portanto, tenha sempre um Halls a tiracolo e se o caso for mais crítico, procure freqüentar bares que tenham Listerine no banheiro. Mas se seu problema é matinal, fique atenta na hora do Brunch: Nenhum cara quer dormir com uma Gata e acordar com uma Leoa.     
      Such a nice breath you have, darling!
  6. VOZ DE BEBÊ: Homem tem pavor de mulher fazendo vozinha de bebê, principalmente na cama, por um motivo muito simples: ISSO LEMBRA MINHA MÃE! Tenha certeza que num momento de intimidade, não é legal lembrar de quem te pariu. Sem contar a vergonha alheia caso a mina decida fazer gugu-dadá em público.
  7. MANIA DE DIMINUTIVO: Geralmente vem acompanhado da vozinha de bebê e é tão vergonhoso quanto.  A simples frase "Queridinho, você quer mais uma cervejinha?" indevidamente emitida perto dos amigos pode ser fatal e motivo de zueira por anos. Ademais, homens tentam em geral passar a imagem de superiores e imponentes, tornando o diminutivo ainda mais incômodo aos nossos ouvidos.
  8. APELIDO ANTES DA HORA: Se, por acaso, um cara aceitar o apelido "Fofucho" no primeiro encontro, das duas uma: 1 - Ele é viado ou 2 - Ele não pega ninguém há anos e tolerará qualquer merda baboseira que você diga. Sugiro que você reveja seus conceitos caso ache isso normal.
  9. APELIDO ANTES DA HORA (para o pênis): Se um apelido carinhoso no primeiro encontro assusta, um apelido genital assusta muito mais! Provavelmente você ficará conhecida entre os amigos como a mina do "piu-piu" ou algo do tipo. Que fique claro que a permissão para apelidar nosso membro mais importante só será concedida após alguma kilometragem jebística entre o casal. Caso sinta que já possui essa liberdade, dê preferência a apelidos no aumentativo...nosso Ego agradece.
  10. BRAULIÃO, ok?
  11. TRAÇAR PLANOS: Eis a coisa que mais broxa um cara no primeiro encontro: Planos para o futuro. Por mais que você pense que ele pode ser o homem da sua vida, NUNCA mencione que você quer casar na semana que vem, morar com ele no mês seguinte e ter 10 filhos, sendo 5 homens e 5 meninas. Homens não saem com você na primeira noite pensando em outra coisa que não curtir, have a good time e provavelmente te levar pra cama. Deslizes acontecem, mas fique atenta para, acima de tudo, evitar 3 simples palavras logo de cara: Eu te amo.
Seguindo essa NOT TO DO LIST, você provavelmente terá um segundo DATE.
E você, o que acrescentaria à lista de coisa broxantes a serem evitadas? Opine!


Dica de música:

Goo Goo Dolls - Name

terça-feira, 14 de junho de 2011

Jeb List

Música e sexo. Sexo por música. 
Imagine um Jeb* fantástico. Agora musique-o com uma trilha sonora escolhida a dedo. Unforgettable, isn't it?
Mas a missão de elaborar uma playlist não é das mais fáceis e simples (até já postei uma tentativa aqui). Veja o relato da leitora Stephanie Blum:
Evite "Sou Foda" também. #ficaadica

"Na minha primeira vez teve música. Música de qualidade! Meu namoradinho da época gravou um CD com uma trilha sonora super bacana pra colocar na hora e depois me deu o tal CD de presente (que eu ainda guardo com muito carinho). Obviamente eu faço a associação de todas as músicas do CD com o cara, sem querer mesmo. A questão é que A MÚSICA MARCOU O MOMENTO. 
Eu não sou uma menina que FAZ QUESTÃO de ter música tocando. Na verdade eu nem conheço pessoas que realmente precisem disso. Tem coisas bem mais importantes na hora, né? Mas depois daqueles filminhos, (os românticos, não os eróticos!) que toca AQUELA musica quando o casal tá indo pra cama, dá uma vontadezinha de preparar uma tracklist pra noite com o peguete/amado... 
Quando eu ainda usava Orkut tinha uma comunidade chamada “Fuck Music”. Cada um dava sua opinião sobre quais músicas eram legais (e pra qual situação) e o moderador fazia a compilação das músicas e “lançava” um CD com elas, colocava num Rapidshare da vida pro pessoal baixar. Cheguei a baixar alguns, mas a grande maioria delas não me satisfazia. 
Eu tenho minha preferência. Sabe aquela música meio AlphaFM com saxofone, meio KISSFM com uma voz masculina rouca cantando devagar, meio com a batida de música que dá vontade de jogar o pescoço pra trás? Então, é essa!  Primeiro porque é uma música que você não presta atenção, que você ignora a letra, que na verdade você nem reparou se ela tem letra! Ela tá lá e, por algum motivo, ajuda você a se mexer de um jeito (mais) gostoso."

"It should be all rise, baby!"

Mas afinal, o que é uma Jeb List? 
Nada mais é que uma playlist elaborada para servir de trilha sonora para o Jeb* - uma trilha rumo ao momento mais íntimo que você pode ter com alguém.
Pensando nisso, o Jebeando apresenta mais uma ferramenta de utilidade pública e divulga aqui uma sugestão de seqüência musical para você se inspirar rumo ao Jeb*.

How to create a Jeb List:

1. O esquenta: Essa etapa, geralmente começa na sala, com a abertura de um vinho e uma música meio Lounge para criar um ambiente agradável para uma conversa mais íntima e uns beijos suaves. Sugestão:

Masculina

Feminina

2. O approach: Etapa da pegada mais forte, quando o vinho sobe e a roupa desce. A trilha sonora deve seguir o calor do momento, com uma pegada voraz de guitarra ou o suingue vocal do gênio Marvin Gaye.  Sugestão:


Masculina

Feminina

3. Preliminares: Rumo ao quarto ou mesmo na sala, dois corpos semi-desnudos e úmidos merecem uma sinfonia ou a inesquecível experiência de um blowjob ao som de Lollipop. Boquinhas e boquetes, punhos e punhetas, línguas pequenas e grandes lábios se tocando caracterizam o momento.  Sugestão:

Masculina

Feminina

4. Introdução e verificação de conteúdo: Início do Jeb. Etapa caracterizada pela forte introdução e batidas e movimentos repetitivos. As músicas escolhidas devem seguir as variações de ritmo e frequência que o momento recomenda. Sugestão:

Masculina

Feminina

5. Clímax: O mais alto grau de satisfação sexual, quando se atinge a plenitude das sensações: Orgasmo. O ápice do prazer leva a playlist a seu último nível, numa pegada ainda mais firme e alucinante. Sugestão:

Masculina

Feminina

6. Desfecho: Etapa final. Relaxe e goze ao som de um clássico R&B. Sugestão:


Hope you had fun.
O que tocaria na sua Jeb List? Deixe o comentário abaixo!
P.S.: As sugestões musicais femininas são da Stephanie!


Dica de música:

Duffy -- Syrup & Honey

sexta-feira, 3 de junho de 2011

O que os caras pensam quando chegam em você na balada? (para mulheres)

O que os caras pensam momentos antes de chegar em você na balada?
Depende muito. Mas antes de começarmos a discussão, que tal entendermos um pouco sobre como funcionam os cérebros masculino e feminino?


Sugestão da leitora Olívia C., é bastante difícil generalizar esse tema porque cada cara pensa de uma maneira...ou pior, não pensa. O Brasil, país do carnaval e da putaria, oferece a facilidade de não ser necessário falar nada para ficar com alguém na Night e muito por esse motivo, considero mais fácil avaliar esse assunto num país europeu ou nos EUA/Canadá, lugares onde Micaretas são coisas inimagináveis e a cultura do beijo não é tão vulgarmente disseminada.
Particularmente, eu acredito que essa fase de beijar-sem-falar deve durar, no máximo, até uns 15 anos de idade. Suspeite de alguém que continua aos 30 e poucos anos adorando esse tipo de coisa. 
Enfim, será que é puro instinto ou os homens pensam antes de chegar na mulherada na balada?
Excluindo os que não pensam (vide Nothing Box), os que não chegam e os que são adeptos do mata-leão/armlock/morsa/hadouken é de se imaginar que os caras que te acham interessante, pensem em alguma coisa pra falar ou tracem uma estratégia antes de chegar em você na balada.

Primeiramente, vamos separar os Homens dos Meninos:

Homens

Estilo: Executivo/Social/Casual
Apreciam: Mulheres com conteúdo
Freqüentam: Bares/Baladas nobres
Procuram: Uma boa noite de sexo
Focam: Na qualidade
Estratégia: Médio/longo prazo
Lema: “Estou à procura de uma boa companhia pra passar a noite”

Meninos

Estilo: Avassalador
Apreciam: 2 minutos de French Kiss
Freqüentam: Micaretas/Festas universitárias
Procuram: Pegar 10 minas em 5 minutos ou bater o recorde da última micareta
Focam: Na quantidade
Estratégia: Curtísso Prazo
Lema: “Na cama eu te esculacho!”

Ok. Já que separamos os homens dos meninos, vamos agora falar do tema central: O que os HOMENS pensam antes de chegar em você na balada?
 A resposta é: Depende. Depende de uma infinidade de coisas como o Relationship Status dele, da situação alcoólica do cara, do lugar que vocês se encontram, do nível de intimidade que vocês têm, etc. 
Para desmistificar, o Jebeando resolveu mostrar para você, mulher, o que "pode" passar pela cabeça do cara momentos antes do APPROACH:

  • "Tem uma deusa naquele grupo de minas. Vou falar com a mais feia primeiro, depois mudo o foco."
  •  <Esbarrão>"Nossa, que sorte trombar com essa mina. Puta delícia."
  •  <Troca de Olhares> "Hummm...Essa tá querendo. Vai, pensa num assunto rápido. Ah...Foda-se, do jeito que ela tá olhando, qualquer coisa que eu falar já dá pro gasto."
  • "Saco, ela nem notou minha presença. Vou meter a cara de pau e ir lá perguntar o que ela tá achando da balada."
  • "Nossa, minha melhor amiga tá muito gostosa hoje." <Calculando o risco>"Ah...não pega nada dar umas indiretas, né?"
Bela indireta.
  • "Que vagabunda! Fica rebolando em mim. Vou pegar longe da galera pra não me queimar."
  • "Meu brother já tá pegando a bonitinha das duas. Vou na feia mesma, só pra me garantir!"
  • "Que rabeta! Deixa eu ver de frente para checar os peitos."
"Ai, que gato! Deu a volta só pra falar comigo!!!"


 É. Nada que vocês não imaginassem, né?

Dica de música:

Young Money - Bed Rock