segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Técnicas de Micareta Avançadas para o Carnaval

Dizem que o ano só começa depois do Carnaval. Por isso, dedico o post de hoje a esse evento tão essencialmente brasileiro. Post esse que tem a pretensão de sugerir dicas muito valiosas aos "farofeiros" de plantão e garantir a diversão de todos.
A intenção aqui não é chocar ninguém, nem fazer apologia à pegação de sapinho das micaretas tupiniquins e muito menos desiludir as garotinhas inocentes que realmente gostam de Chiclete-com-Banana e acham que "Cabelo Raspadinho" merece um Grammy. Tire as crianças da sala, ligue a marchinha que quiser e veja como a coisa funciona.
Bom, chega de bla-bla-bla e tal-tal-tal e vamos ao que interessa. 

As Técnicas de Micareta para o Carnaval:
  • O Mata-Leão, "morsa" ou "burdogue" - Essa técnica consiste em abocanhar a presa utilizando a força (no caso dos machos) ou a sedução (no caso das fêmeas). Em geral é aplicada em menos de 2 segundos após olhar a vítima. É como um bote certeiro do predador, mas com alta probabilidade da caça tentar uma fuga (Darwin já havia notado esse comportamento em seu livro "Evolução das espécies")
  • "Par ou ímpar" - Essa estratégia consiste em encontrar uma dupla, trio ou quarteto do sexo oposto e gritar o bordão: "4 é par?". Caso você não esteja em condições de contar, utilize-se sempre dessa frase. Caso ainda consiga, conte quantas pessoas participarão da "festinha" para ser mais preciso.
  • O amigo guerreiro - Sabe aquele seu amigo barangueiro? Bom...chame-o pra dar uma volta e...sucesso garantido. A falta de critério do teu amigo poderá te deixar em bons lençóis...literalmente.
  • "Qual o seu nome?" - Esse bordão é utilizado para criar uma conexão com a vítima e transparece sincero interesse, mas é muito improvável que você se lembre do nome dela(e) após 1 minuto. Para todos os efeitos tenha sempre a carta na manga: "Como você pode me acusar de não lembrar do seu nome, se você nem sabe o meu?"
  • Quero te beijar - Técnica que demonstra interesse indireto na pessoa abordada. Caso a resposta seja positiva, beije-a. Caso a resposta seja negativa, tente mesmo assim.
  • A técnica do beijo grupal - Se você não estiver pegando ninguém e se sentindo excluído, incite o "beijo grupal". A idéia é que todos comecem a se pegar e você consiga beliscar alguma coisa, seu incompetente.
Leitores, aqui cabe uma ressalva: "Nunca tentem isso em casa". Essas técnicas foram profundamente estudadas, testadas e até passaram pelo teste do INMETRO. Portanto, devem ser aplicadas única e exclusivamente por profissionais devido ao seu alto grau de complexidade e risco envolvido.
Mas se, mesmo assim, você se arriscar e as técnicas acima estiverem funcionando, você deve se lembrar de 3 regras antes de voltar à vida normal:

1 - Você não é mais herói que o Superman - Se até ele usa capa, porque você não vai usar?
2 - Você não é o melhor xavequeiro do pedaço - Poupe sua chefe e seu cargo, evitando as frases e técnicas acima mencionadas.
3 - Você não é o Brad Pitt - Você não é bonito, muito menos galã de cinema. Simplesmente estava no lugar certo, na hora certa e...no país certo!

Delicie-se com moderação.

Dica de música: 

4 comentários:

  1. Acho que vc fez apologia demais. No Carnaval nem precisa de tanta bla,bla,bla para conquistar alguém. A maioria está para o que der e vier.
    Em tempo : desculpe-me a sinceridade (detestei a música).

    ResponderExcluir
  2. muito bom Gui, vc assimilou bem as técnicas herdadas de outros carnavais, de uns 30 anos atrás.

    ResponderExcluir
  3. Eu achei muito engraçado Gui. Ri muito.
    É seu niver, tenho que te elogiar. hehe
    PARABENSSS (pelo niver e pel post)]
    ps: Quero carnaval tambem, mimimi

    ResponderExcluir
  4. Valeu pessoal.

    É Bia! Não vai ter Carnaval pra você esse ano!!! Mas vc sobrevive! Ainda bem que o pessoal achou engraçado!

    abs

    ResponderExcluir